História

Em 1929, existia, no local da atual cidade, somente a fazenda que se denominava Salobro. No ano seguinte, 1930, a fazenda Salobro foi dividida em duas partes: Salobro de Cima e Salobro de Baixo. José Rodrigues Rosa, com o movimento da divisão, construiu o primeiro rancho no lugar denominado Vargem Grande, situado na fazenda Salobro de Cima. Em virtude de sua grande extensão territorial Vargem Grande, passou a denominar­-se Varjão, nome que permanece até esta data. 


Com as epidemias assoladoras que se ramificaram pelas florestas, e com a falta de assistência da Campanha de Erradicação da Malária, as famílias foram convergindo para Vargem Grande já conhecida por Varjão, aumentando assim o povoado. 


No ano de 1933, José Vieira da Silva, José Ferreira da Silva e Ana Elias Ferreira doaram uma gleba de terras à Igreja Católica para a formação do patrimônio. Com tal iniciativa os próprios doadores iniciaram a construção das primeiras moradias no local, sendo logo seguidos por Cirilo Rodrigues Rosa, Miguel Marques de Souza, Adão Lúcio e Manoel Lúcio que com suas famílias foram se fixando no nascente povoado. Ilídio Ferreira e Franklin, foram os primeiros comerciantes estabelecidos no povoado. Em 1934, Aristides Farmacéutico estabeleceu a primeira farmácia. 
As moradias eram toscas, cobertas de capim e algumas de telhas comuns, paredes de pau-a-pique, não dispensando o necessário conforto. Em 1940, foi erguida uma capela em honra de Nossa Senhora da Abadia, hoje padroeira da cidade. 


A primeira missa celebrada no povoado foi realizada pelo então padre Abel Ribeiro Camelo, mais tarde Bispo de Goiás. 


Varjão pertencia então ao Município de Santo Antônio das Grimpas (Hidrolândia). Em 1935, com a criação do Município de Goiânia, para se processar à mudança de Capital do Estado, perdeu o Município de Hidrolândia a sua emancipação. Passando o povoado de Varjão a pertencer ao Município de Goiânia. Com a desanexação do Distrito de São Sebastião do Ribeirão (Guapó) do Município de Trindade, também para integrar o Município de Goiânia, o povoado de Varjão ficou localizado em área desse distrito. 


Quando em 1948 o Distrito de Guapó se emancipou, Varjão passou a pertencer ao novo município, situação em que permaneceu até o ano de 1953, quando pela Lei nº 17, de 28 de outubro de 1953, da Prefeitura Municipal de Guapó, foi o povoado elevado à categoria de distrito, ocasião em que sofreu modificação em suas divisas territoriais.   

 

Gentílico: Varjoense 

 
Formação Administrativa 
Distrito criado com a denominação de Varjão, ex-povoado, pela lei municipal s/n de 28-10-1953, subordinado ao município de Guapo. 
Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o distrito de Varjão, figura no município de Guapó. 
Elevado à categoria de município com a denominação de Varjão, pela lei estadual nº 2129, de 14-11-1958, desmembrado de Guapó. Sede no antigo distrito de Varjão, ex­povoado. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1959. 
Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. 
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

 

Fonte: IBGE

Varjão

Fundação:1925

Aniversário:14 de Novembro

Gentílico:Varjoense

População:3.661 Habitantes

Área:519,029 km²

Localização: ver mapa